Restaurante inclusivo: Dicas para um espaço mais inclusivo

acessibilidade em restaurante inclusivo

Ter um restaurante inclusivo significa oferecer um espaço seguro e acessível para todos seus clientes, com acessibilidade para pessoas mobilidade reduzida, por exemplo.

São muitas as ações e estruturas que você pode colocar em prática para tornar seu restaurante mais inclusivo, como por exemplo adicionar rampas na entrada do seu estabelecimento, ou sinalizações em braile no cardápio e banheiros.

Aqui separamos dicas, ações, estratégias e informações gerais para ter um restaurante mais inclusivo. Só seguir lendo o artigo!

Tópicos do artigo

  • Acessibilidade em bares e restaurantes
  • O que define um restaurante inclusivo?
  • O que fazer para ter um restaurante acessível, sendo mais inclusivo?
  • O que é alimentação inclusiva e sua importância
  • 11 dicas para tornar seu restaurante inclusivo

Acessibilidade em bares e restaurantes

A acessibilidade pode ser definida como a eliminação de barreiras que impedem a participação efetiva de várias pessoas nos mais diversos setores da vida social. E ela importa também para os restaurantes e bares.

Além de compreender a definição, é crucial estudar a Lei da Acessibilidade, aprovada em 2000, que estabelece diretrizes para espaços públicos e privados de uso coletivo.

Além disso, é importante estar atualizado sobre o Estatuto da Pessoa com Deficiência, de 2015, que complementa a legislação anterior.

Bares, restaurantes, padarias e outros negócios do setor de alimentos e bebidas são regulados por essas leis que definem o modelo básico de um estabelecimento inclusivo.

O que define um restaurante inclusivo?

Um restaurante inclusivo, como já explicamos acima, é aquele que se esforça para remover barreiras em seu espaço físico, serviço, atendimento e até mesmo nos produtos que oferece, a fim de tornar-se acessível a uma ampla gama de pessoas.

Essa abordagem inclusiva e acessível em restaurantes abrange:

  1. Atenção às Diversas Necessidades: Isso significa considerar as necessidades de pessoas com diferentes tipos de deficiências físicas, auditivas, visuais, intelectuais ou psicossociais.
  2. Adaptações para Idosos e Famílias com Bebês: Além de focar nas necessidades das pessoas com deficiência, um restaurante inclusivo também deve considerar as demandas de idosos e famílias com bebês, proporcionando um ambiente que seja conveniente e acolhedor para todos.
  3. Adaptações Alimentares: Isso envolve a inclusão de opções alimentares diversificadas em seu cardápio, que eliminem ingredientes comuns que possam representar restrições alimentares para alguns clientes.

A necessidade de tornar seu restaurante inclusivo não é apenas uma exigência legal, mas também uma estratégia para conquistar e manter clientes.

Essa abordagem inclusiva não só afeta positivamente a reputação do seu restaurante, mas também impacta diretamente nas vendas.

Um exemplo concreto de adaptação inclusiva que não é necessariamente obrigatória por lei, mas que pode agregar um grande valor ao seu restaurante, é a diversificação do cardápio.

Oferecer alternativas que eliminem ingredientes comuns, como glúten, lactose ou nozes, pode atender a uma variedade de restrições alimentares e atrair um público mais amplo.

O que fazer para ter um restaurante acessível, sendo mais inclusivo?

Um restaurante inclusivo é aquele que está aberto a todos os públicos e oferece um atendimento de qualidade, abrangendo desde pessoas com deficiência e mobilidade reduzida até idosos e famílias com bebês e crianças.

Para alcançar esse objetivo, o estabelecimento deve fornecer uma infraestrutura adequada e adaptar-se às necessidades do público. Isso pode incluir adaptações como cardápios em braille ou com opção de leitura em voz alta, bem como o treinamento de funcionários para lidar com as demandas específicas.

Para os donos de restaurantes e negócios food service, é importante entender que, cada vez mais, será necessário implementar essas adaptações.

Isso se deve, para exemplificar, ao fato de que mais da metade da população terá mais de 50 anos até 2024, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Além disso, cerca de 46 milhões de pessoas no Brasil têm alguma forma de deficiência física ou intelectual, também conforme dados do mesmo órgão. Portanto, é justificável e necessário investir em estruturas e serviços capazes de atender a essas parcelas da população.

Além da inclusão relacionada à acessibilidade física, a inclusão alimentar também ganha destaque na indústria de alimentação.

 Muitas pessoas apresentam restrições dietéticas devido a alergias, intolerâncias ou à adesão a dietas veganas ou vegetarianas.

Portanto, oferecer opções de alimentos isentos de determinados ingredientes torna um restaurante mais acessível e aumenta as chances de um ticket médio mais elevado a cada venda.

Em resumo, a acessibilidade em bares e restaurantes não atende apenas às necessidades legais, mas também reflete uma conscientização crescente sobre a importância de incluir todas as pessoas, independentemente de suas capacidades ou preferências alimentares.

Mulher com deficiência visual e seu cão guia.

O que é alimentação inclusiva e sua importância

A alimentação inclusiva está ganhando crescente importância e espaço na indústria de alimentação fora do lar, pois as pessoas com restrições alimentares estão buscando restaurantes que ofereçam opções livres dos ingredientes que lhes causam desconforto, alergias ou intolerâncias.

Para criar um cardápio mais inclusivo que demonstre preocupação com uma ampla gama de clientes, considere oferecer pratos e bebidas adequados para aqueles que:

  1. Possuem alergia ou intolerância à lactose e/ou glúten.
  2. Lidam com condições como diabetes.
  3. São alérgicos a amendoim ou ingredientes semelhantes.
  4. Optam por uma dieta vegana ou vegetariana.

Ao investir na inclusão alimentar, você não apenas melhora sua imagem no mercado em comparação com a concorrência, mas também demonstra um interesse genuíno em acolher todos os clientes, proporcionando a mesma experiência a todos. Agora, vamos explorar como você pode adaptar fisicamente o seu estabelecimento para ser verdadeiramente inclusivo.

11 dicas para ter um restaurante inclusivo

1) Modernize a Infraestrutura para Eliminar Obstáculos

A infraestrutura do seu restaurante desempenha um papel crucial na decisão dos clientes de frequentá-lo. Certifique-se de eliminar barreiras, como a falta de rampas, que podem dificultar a entrada de pessoas com cadeiras de rodas. Considere também criar corredores amplos e providenciar mesas e cadeiras que atendam a diversas alturas.

2) Atualize a Sinalização do Espaço

A sinalização no seu restaurante deve ser acessível a todos, incluindo pessoas com deficiência visual ou auditiva. Utilize sinais visuais, sonoros e táteis para garantir que todos possam compreender as indicações, como a localização do banheiro ou como acessar um cardápio virtual.

Exemplo: Utilize placas com escrita em braille para indicar a localização dos banheiros.

3) Preocupe-se com a Segurança de Todos

Garanta que o ambiente do restaurante seja seguro e acolhedor para pessoas com deficiência, idosos e famílias com bebês. Certifique-se de que todos possam circular pelo espaço sem a necessidade de assistência e treine sua equipe para oferecer ajuda quando necessário.

Você pode instalar barras de apoio nos banheiros para garantir a segurança e a independência de pessoas com mobilidade reduzida.

4) Aplique Treinamentos Específicos aos Colaboradores

Treine sua equipe para proporcionar um atendimento inclusivo, respeitando as necessidades individuais de cada cliente. Busque orientação de especialistas e certifique-se de que sua equipe saiba como se comunicar sem discriminação.

Um atendimento inclusivo requer uma equipe capacitada para interagir com os clientes de forma respeitosa e atenta às suas necessidades. Certifique-se de que seus funcionários estejam preparados para oferecer um atendimento personalizado e livre de preconceitos.

5) Faça um Checklist do que Precisa Adaptar no Ambiente

Avalie todos os aspectos da infraestrutura do restaurante, incluindo piso, rampas, estacionamento e banheiros. Garanta que mesas e cadeiras sejam adequadas para pessoas de diferentes alturas. Não se esqueça da iluminação, que desempenha um papel importante na acessibilidade.

Considere, entre outras coisas, para seu restaurante inclusivo:

  • mesas e cadeiras para diversas alturas
  • balcão e mesas com espaço para aproximação de cadeira de rodas
  • instalação de barras de apoio e piso tátil em banheiros e corredores
  • rampas de acesso em qualquer lugar que teria degraus
  • pelo menos um banheiro exclusivo e adaptado para uso por pessoas em cadeiras de rodas
  • liberação para entrada de cão-guia
  • entrada ampla e com fácil acesso.
Banheiro com acessibilidade.

6) Adeque a Iluminação

A pouca iluminação, apesar de ser uma tendência de decoração e estar em alta devido à sensação de conforto e aconchego em bares e restaurantes, pode causar acidentes e atrapalhar a movimentação de pessoas com baixa visão.

Regule a intensidade da iluminação para criar um ambiente que seja agradável e seguro para todos os clientes, incluindo aqueles com baixa visão. Equilibre o estilo com a acessibilidade.

7) Ofereça Vagas de Estacionamento Próximas à Entrada

Oferecer vagas de estacionamento próximas à entrada do seu restaurante é um componente essencial para torná-lo mais inclusivo e acessível. Isso não apenas demonstra o compromisso do estabelecimento com a acessibilidade, mas também facilita a vida de clientes com deficiência, idosos e famílias com bebês.

  1. Respeite a Legislação: Em muitos países, existe legislação que determina a reserva de vagas de estacionamento para pessoas com deficiência. No Brasil, por exemplo, a lei estabelece que pelo menos 2% das vagas de estacionamento em espaços comerciais devem ser destinadas a pessoas com deficiência. Respeitar essa legislação é não apenas uma obrigação legal, mas também um ato de respeito pelos direitos das pessoas com deficiência.
  2. Facilite o Acesso: Ao disponibilizar vagas de estacionamento próximas à entrada do restaurante, você está facilitando o acesso de pessoas com deficiência ao estabelecimento. Isso é especialmente importante para aqueles que dependem de cadeiras de rodas, andadores ou outros dispositivos de assistência. A proximidade das vagas economiza tempo e esforço, tornando a visita ao restaurante mais conveniente.
  3. Aumente o Conforto: Além de clientes com deficiência, vagas de estacionamento próximas à entrada também são valorizadas por idosos e famílias com bebês. Para os idosos, a proximidade reduz a distância que eles precisam percorrer, o que é especialmente importante para aqueles com mobilidade limitada. Para famílias com bebês, facilita o transporte de carrinhos e outros equipamentos.

Oferecer vagas de estacionamento próximas à entrada não é apenas uma questão de cumprir a lei, mas também uma maneira de criar um ambiente inclusivo, confortável e agradável para todos os seus clientes. Essa prática não apenas atende às necessidades de pessoas com deficiência, mas também melhora a reputação do seu restaurante e pode impulsionar o crescimento do seu negócio.

8) Evite Objetos Perigosos na Decoração

Considere a segurança ao escolher objetos de decoração. Evite tapetes que possam causar tropeços e obstáculos que dificultem a locomoção de cadeiras de rodas. Garanta um ambiente seguro para todos os clientes.

9) Preocupe-se em Adequar Suas Sinalizações para Todos

Utilize sinalizações com cores fortes e legíveis, escrita em alto relevo e versões em braille. Certifique-se de que as placas estejam visíveis em diferentes alturas.

10) Planeje Parte do Menu para Quem Enfrenta Restrições

Ofereça alternativas no menu para clientes com intolerâncias alimentares. Considere opções sem glúten, sem lactose e outros ingredientes alergênicos. Torne o cardápio inclusivo e fácil de entender.

Ao oferecer alternativas, você está expandindo a variedade do seu cardápio. Considere opções sem glúten, sem lactose, veganas, vegetarianas e outras restrições alimentares comuns. Além disso, permita que os clientes personalizem seus pedidos para acomodar suas necessidades específicas. Por exemplo, permita que os clientes escolham uma base sem glúten e adicionar ou remover ingredientes de acordo com suas preferências.

11) Tenha um Cardápio Inclusivo no Layout Também

Adapte o design do menu com fontes legíveis, alto relevo e imagens nítidas. Ofereça descrições detalhadas dos pratos e considere incluir versões em braille. Considere a possibilidade de um menu em tablet para maior facilidade.

Conclusão

Com essas dicas, seu restaurante estará mais preparado para proporcionar uma experiência inclusiva e acolhedora a todos os clientes.

Em resumo, algumas ações para um restaurante inclusivo:

  • Barras de apoio em banheiros, corredores e caixa
  • mesas e balcões acessíveis, com espaço para cadeira de rodas por exemplo
  • construa banheiros adaptados ou elo menos um banheiro acessível
  • ofereça rotas de entrada de fácil acesso
  • tenha vagas especiais no estacionamento

E lembre-se que tornar seu restaurante mais inclusivo não se resume somente em seguir as leis, mas sim de reconhecer que este público merece um atendimento tão bom e confortável quanto pessoas que não possuem algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzia.

É sobre reconhecer e respeitar este público, que tem tido cada vez mais um estilo de vida autônomo e com o respeito que todos merecem. Sem dúvida, adaptar seu espaço físico e online trará mais clientes fidelizados e contentes!

Continue lendo…

Como montar um cardápio vegano para restaurante?

Como atrair o público vegetariano para meu restaurante?

Comanda para bar: diferenças entre comanda eletrônica e comanda de papel

Sistema para restaurante gratuito Simpliza

Simpliza é um sistema para restaurante cuja missão é a de facilitar a administração e dar uma folga para os empreendedores que estão sempre de plantão.

Para isso, automatizamos os processos no seu restaurante, para que você não precise se preocupar com eles.

Nosso software foi desenvolvido essencialmente para ser simples de manusear, para facilitar as transações e gestão do seu restaurante.

Nossas telas são intuitivas e nosso sistema é rápido, todas as vendas chegam somente em uma tela (delivery, cardápio digital, mesas e integração iFood) e nosso administrativo te deixa por dentro de tudo o que está acontecendo com seu negócio, desde itens mais vendidos, menos vendidos até horários de maior e menor movimento.

Não cobramos taxa de instalação e nem de fidelidade, pois garantimos nossos clientes com base na qualidade de nosso sistema e serviços.

E mais! Nosso diferencial é nosso suporte, que é especializado e treinado para fornecer um atendimento humanizado e baseado em parceria com você!

Nós te oferecemos um programa de vendas com delivery, comanda eletrônica, integração iFood e aiqfome, cardápio digital, PDV completo/frente de caixa e o nosso dashboard/painel administrativo.

Nosso dashboard para restaurante é completo e te ajuda a gerenciar todos os processos do seu empreendimento: fiscal, integrações, caixa e muito mais!

Ainda não acabou! Nós também temos integração com a Omie, onde você pode contratar nosso Caixa simples e eficaz junto com a gestão financeira poderosa da Omie.

E também temos integração com a Goomer Go, que é referência em autoatendimento no Brasil com tablets e totens de última geração.

Clique aqui e saiba mais!

0 Shares:
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

You May Also Like